'

quinta-feira, 30 de junho de 2016

"A gente precisa é de um olhar fresco, que não envelhece, apesar de tudo o que já viu."


Ana Jácomo

quarta-feira, 29 de junho de 2016

"- Eu nunca gosto de nada, e gostei tanto de você.
- É?
- Droga.
- O quê?
- Eu falando de gostar.
- E daí?
- E daí que vai acontecer tudo de novo.
- O quê?
- Vou sentir demais, falar demais, escrever demais. E você vai embora."



Tati Bernardi

segunda-feira, 27 de junho de 2016

"De repente um riso tímido presenteia meus lábios.  O dia desperta o mundo que guardo por dentro,  uma chance muito pequena – mas chances  não se medem – de ser feliz para sempre mais uma vez....!"


 Cáh Morandi

domingo, 26 de junho de 2016

"É tão difícil falar, é tão difícil dizer coisas que não podem ser ditas, é tão silencioso. Como traduzir o profundo silêncio do encontro entre duas almas? É dificílimo contar: nós estávamos nos olhando fixamente, e assim ficamos por uns instantes. Éramos um só ser. Esses momentos são o meu segredo. Houve o que se chama de comunhão perfeita. Eu chamo isso de: estado agudo de felicidade."


Clarice Lispector

sábado, 25 de junho de 2016

"Acho que é isso: precisamos da esperança, precisamos acreditar naquela fagulha que fica lá dentro dando a entender que tudo vai clarear, clarear, clarear."


 Clarissa Corrêa

sexta-feira, 24 de junho de 2016

"Que bom que sou forte, que bom que suporto, que bom que sou criativa e até me divirto e descubro a gota de mel no meio do fel. Colei aquele “Eu Amo Você” no espelho. É pra mim mesmo."


Caio Fernando Abreu

quarta-feira, 22 de junho de 2016

“Mas não tinha nada para pedir.
As coisas vivas, pensei, as coisas vivas não precisam pedir."



Caio Fernando Abreu

terça-feira, 21 de junho de 2016

"Alguns sentem vida, sentem beleza, sentem amor, com doses de conta-gotas. Eu, não.... é uma chuvarada dentro de mim!"


Ana Jácomo

domingo, 19 de junho de 2016

"Exagero? Ah, não sei não..... estou numa época que prefiro um bom sapato à um homem mais ou menos. Pelo menos sapato aumenta minha autoconfiança e eu sei exatamente aonde ele irá me machucar...!"


Fernanda Mello

sábado, 18 de junho de 2016

"Hoje acordei inteira. Migalhas? Pedaços? Não, obrigada. Não gosto de nada que seja metade. Não gosto de meio termo. Gosto dos extremos. Gosto do frio. Gosto do quente (depende do momento.) Gosto dos dedinhos dos pés congelados ou do calor que me faz suar o cabelo. Não gosto do morno. Não gosto de temperatura-ambiente. Na verdade eu quero tudo. Ou quero nada. Por favor, nada de pouco quando o mundo é meu. Não sei sentir em doses homeopáticas. Sempre fui daquelas que falam "eu te amo" primeiro. Sempre fui daquelas que vão embora sem olhar pra trás. Sempre dei a cara à tapa. Sempre preferi o certo ao duvidoso. Quero que se alguém estiver comigo, que esteja. Mesmo que seja só naquele momento. Mesmo que mude de idéia no dia seguinte."


Fernanda Mello



sexta-feira, 17 de junho de 2016

"Porque pra te amar mais, eu tenho que te amar menos. Porque pra morrer de amor por você, eu tive que não morrer. Porque pra ter você por perto um pouco, eu tive que não querer mais ter você por perto pra sempre.E eu soquei meu coração até ele diminuir. Só pra você nunca se assustar com o tamanho."



Tati Bernardi

quinta-feira, 16 de junho de 2016

terça-feira, 14 de junho de 2016

"Mas nem sempre é necessário tornar-se forte. Temos que respirar nossas fraquezas."


Clarice Lispector

domingo, 12 de junho de 2016

"Se um homem soubesse o poder que seu abraço tem ao acolher uma mulher, a segurança que ela sente, todas as melhores coisas que passam em sua mente, o quanto ela se entrega. Se ele desconfiasse que naquele momento ele a tem inteira, completa, repleta de uma felicidade extrema. Será que ele se manteria ali por mais alguns segundos? Será que a pressa de um abraço seco se tornaria próximo do que uma mulher sente? Será que ele entenderia que essa coisa tão simples, tão gratuita, dentre muitas coisas no mundo é o que a gente mais precisa, é o que nos abriga, é o que dá paz ao nosso sono?"

Cáh Morandi

quinta-feira, 9 de junho de 2016

"A gente se apertou um contra o outro. A gente queria ficar apertado assim porque nos completávamos desse jeito, o corpo de um sendo a metade perdida do corpo do outro."


Caio Fernando Abreu

quarta-feira, 8 de junho de 2016

"Ele pode estar olhando tuas fotos neste exato momento. Por que não? Passou-se muito tempo, detalhes se perderam. E daí? Pode ser que ele faça as mesmas coisas que você faz escondida, sem deixar rastro nem pistas. Talvez, ele passa a mão na barba mal feita e sinta saudade do quanto você gostava disso. Ou percorra trajetos que eram teus, na tentativa de não deixar que você se disperse das lembranças. As boas. Por escolha ou fatalidade, pouco importa, ele pode pensar em você. Todos os dias. E, ainda assim, preferir o silêncio. Ele pode reler teus bilhetes, procurar o teu cheiro em outros cheiros. Ele pode ouvir as tuas músicas, procurar a tua voz em outras vozes. Quem nos faz falta, acerta o coração como um vento súbito que entra pela janela aberta. Não há escape. Talvez, ele perceba que você faz falta e diferença, de alguma forma, numa noite fria. Você não sabe. Ele pode ser o cara com quem passará aquele tão sonhado verão em Paris. Talvez, ele volte. Ou não."


Caio Fernando Abreu

terça-feira, 7 de junho de 2016

"Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida."


Clarice Lispector

segunda-feira, 6 de junho de 2016

"Pequenas epifanias. Miudinhas, quase pífias revelações de Deus feito jóias encravadas no dia-a-dia."


Caio Fernando Abreu

sexta-feira, 3 de junho de 2016

"Eu mudei de forma tão expressiva, em alguns aspectos, que tenho dificuldade para me imaginar dentro de determinados padrões emocionais que eu já vesti."


Ana Jácomo

quinta-feira, 2 de junho de 2016

"Tua rua sempre será minha rua e o teu riso ficará sempre soando na minha memória."


Cáh Morandi