'

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

"...fazia muito tempo que eu não tinha vontade de sorrir para nada nem para ninguém, então era extraordinário que ele conseguisse perturbar assim os cantos de meus lábios."



Caio Fernando Abreu

sábado, 28 de novembro de 2015

“Estou no começo do meu desespero
e só vejo dois caminhos:

ou viro doida ou santa.
(...)
De que modo vou abrir a janela, se não for doida?
Como a fecharei, se não for santa?"


Adélia Prado

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

"Sou construída por emoções secretas. Podem até comentar sobre mim, mas me capturar... Só com minha permissão." 


Martha Medeiros

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

"Vem, antes que eu me vá, antes que seja tarde demais. Vem, que eu não tenho ninguém e te quero junto a mim. Vem, que eu te ensinarei a voar."


Caio Fernando Abreu

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

"Já não quero ser grande, forte, inatingível.
quero ser, por hora, de um tamanho que
eu ainda me reconheça, que ainda saiba
me encontrar no passado ou um dia no futuro.
Quero ser humana, quero ser carne e osso,
quero sentir, quero tocar... quero poder
ser isso que sou na medida qualquer do tempo,
estar sempre pronta a me recompor das tempestades;
Não devo estar tão errada...

Há tanta água no oceano que se deixa evaporar
pelo único prazer de voltar a ser uma gota de chuva."


Cáh Morandi

terça-feira, 24 de novembro de 2015

"E me dá uma saudade irracional de você . uma vontade de chegar perto , de só chegar perto , te olhar sem dizer nada , talvez recitar livros , quem sabe só olhar estrelas … dizer que te considero – pode ser por mais um mês , por mais um ano , ou quem sabe por uma vida – e que hoje , só por hoje ou a partir de hoje (de ontem, de sempre e de nunca) , é sincero ."


Caio Fernando Abreu

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

“Então quero que você venha para deitar comigo no meu quarto novo, para ver minha paisagem além da janela, que agora é outra, quero inaugurar meu novo estar-dentro-de-mim ao teu lado, aqui, sob este teto curvo e quebrado, entre estas paredes cobertas de guirlandas de rosas desbotadas. Vem para que eu possa recuperar sorrisos, pintar teu olho escuro com kol, salpicar tua cara com purpurina dourada, rezar, gritar, cantar, fazer qualquer coisa, desde que você venha, para que meu coração não permaneça esse poço frio sem lua refletida. Porque nada mais sou além de chamar você agora, porque não tenho medo e não estou sozinho, porque não, porque sim, vem e me leva outra vez para aquele país distante onde as coisas eram tão reais e um pouco assustadoras dentro da sua ameaça constante, mas onde existe um verde imaginado, encantado, perdido. Vem, então, e me leva de volta para o lado de lá do oceano de onde viemos os dois.”


Caio Fernando Abreu

domingo, 22 de novembro de 2015

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

- Devíamos ter mais opções de escolha.
 - Como assim? 
- Escolher de quem gostar, por exemplo... 
- Isso não dá. 
- E se desse, o que você faria? 
- Ainda assim escolheria você!


Cáh Morandi

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

"Estremecerei de susto até dormir, e no entanto é tudo tão pequeno.
 Para o desejo do meu coração, o mar é uma gota."



Adélia Prado

terça-feira, 17 de novembro de 2015

“Mesmo assim eu não esquecia dele. Em parte porque seria impossível esquecê-lo, em parte também, principalmente, porque não desejava isso. É verdade, eu o amava. Não com esse amor de carne, de querer tocá-lo e possuí-lo e saber coisas de dentro dele. Era um amor diferente, quase assim feito uma segurança de sabê-lo sempre ali."


Caio Fernando Abreu

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

"Cuide-se como se você fosse de ouro, ponha-se você mesmo de vez em quando numa redoma e poupe-se."


Clarice Lispector

domingo, 15 de novembro de 2015

"Eu quis tanto ser a tua paz, quis tanto que você fosse o meu encontro. Quis tanto dar, tanto receber. Quis precisar, sem exigências. E sem solicitações, aceitar o que me era dado. Sem ir além, compreende? Não queria pedir mais do que você tinha, assim como eu não daria mais do que dispunha, por limitação humana. Mas o que tinha, era seu."


Caio Fernando Abreu

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

“Você é quem decide o que vai ser eterno em você, no seu coração. Deus nos dá o dom de eternizar em nós o que vale a pena, e esquecer definitivamente aquilo que não vale.”


Pe. Fábio de Melo

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

“Talvez isso mude. Talvez você entre na minha vida sem tocar a campainha e me sequestre de uma vez. Talvez você pule esses três ou quatro muros que nos separam e segure a minha mão, assim, ofegante, pra nunca mais soltar."


Caio Fernando Abreu

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

terça-feira, 10 de novembro de 2015

“Preciso sim, preciso tanto. Alguém que aceite tanto meus sonos demorados quanto minhas insônias insuportáveis. (…) Preciso dessa emoção que os antigos chamavam de amor. Preciso de você que eu tanto amo e nunca encontrei. Para continuar vivendo, preciso da parte de mim que não está em mim, mas guardada em você que eu não conheço.”


Caio Fernando Abreu

domingo, 8 de novembro de 2015

sábado, 7 de novembro de 2015

"A paixão nos muda tanto, que a outra pessoa acaba desejando um estranho. O amor é quando a gente se apresenta."



Fabrício Carpinejar

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

“Ela o amava. Ele a amava também. E ainda que essa coisa, o amor, fosse complicada demais para compreender e detalhar nas maneiras tortuosas como acontece, naquele momento em que acontecia dentro do sonho, era simples. Boa, fácil, assim era. Ela gostava de estar com ele, ele gostava de estar com ela. Isso era tudo.”


Caio Fernando Abreu

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

"Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata."


Carlos Drummond de Andrade 

terça-feira, 3 de novembro de 2015

“Eu preciso muito muito de você, eu quero muito, muito você aqui de vez em quando, nem que seja muito de vez em quando… você nem precisa trazer maçãs, nem perguntar se estou melhor, você não precisa trazer nada, só você mesmo, você nem precisa dizer alguma coisa no telefone, basta ligar e eu fico ouvindo o seu silêncio, juro como não peço mais que o seu silêncio do outro lado da linha, ou do outro lado da porta, ou do outro lado do muro. Mas eu preciso muito muito de você.”


Caio Fernando Abreu

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

"Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar."



Clarice Lispector

domingo, 1 de novembro de 2015

"Uma benção receber amor. Mas quando a gente dói, a gente precisa saber formas de cuidar da própria dor com o jeito carinhoso com que gostaríamos de ser cuidados pelos outros, com a delicadeza com que cuidamos de outras pessoas. A gente precisa se ter, antes de tudo. O beijo precisa começar em nós."


Ana Jácomo